#02 Jonathan Safran Foer, “Tudo se ilumina” e a memória

#02 Jonathan Safran Foer, “Tudo se ilumina” e a memória

No segundo episódio do Chá das Cinco com Literatura discutimos “Tudo se Ilumina” (2002), de Jonathan Safran Foer. O livro nos permitiu levantar temas como memória X história, a reconciliação com o passado, o medo do esquecimento e  o Holocausto.

Relacionamos o livro com sua adaptação para o cinema “Uma vida iluminada” de 2005, mas também com outros livros e filmes sobre a temática das memórias do Holocausto. Nesse sentido, exploramos a atualidade do tema, no que se refere à necessidade do resgate das memórias e dos vestígios. Jonathan, o personagem do livro, vai para a Ucrânia procurar pistas sobre o passado de seus avós, sobreviventes do Holocausto. Sua busca nos remete ao nosso próprio exercício incessante – enquanto indivíduos – de registrar nossas vivências para a posteridade.

Falamos também sobre o klezmer e as músicas do leste europeu presentes no filme e que acompanham toda a nossa discussão.

Livros citados:

Uma vida iluminada (2004), Extremamente Alto & Incrivelmente Perto (2006), Comer animais (2011) de Jonathan Safran Foer. Outro título do mesmo autor que esquecemos de mencionar: Tree of codes (2010)
Twenty-first Century Fiction: Readings, Essays, Conversations (2005) de Christoph Ribbat.
A Memória, a História e o Esquecimento (2007) de Paul Ricoeur.
Zakhor: História Judaica e memória judaica (1992) de Yosef Hayim Yerushalmi
É isso o homem? (1947) de Primo Levi
Maus (1980) de Art Spiegelman
Diário de Anne Frank (1947) de Anne Frank
Le journal de Fanny (2011) de Fanny Ben-Ami
As benevolentes (2006) de Jonathan Littel
Os vestígios do dia ou Os resíduos do dia (1989) de Kazuo Ishiguro

Deixe seus comentários aqui pra gente. Sempre que acabamos de gravar, lembramos de algo mais que poderia ser dito, logo o tema sempre fica em aberto.

Podcast:

00:00:00 Apresentação
00:03:26 Jonathan Safran Foer, seus livros e “Tudo se ilumina”
00:15:00 Filme “Uma vida iluminada”
00:27:00 Discussão sobre memória
00:55:50 Indicações de outros livros e filmes
01:29:08 Músicas
01:37:57 Encerramento

Músicas de fundo:

Naftule Brandwein – Fun Tashlach
Naftule Brandwein – Heiser Bulgar
Naftule Brandwein – Wie Bist Die Gewesen Vor Prohibition!
Naftule Brandwein – Der Heisser
Klezmer Conservatory Band – Lebedik un Freylekh
Paul Cantelon – Odessa Medley
Giora Feidman – Bublitschki
Paul Cantelon – Jonathan & Alex
Paul Cantelon – Prologue
Tin Hat Trio – Fear of the South
Margot Leverett – Oy Tate S’Iz Gut
Kapelye Di Naye – Handu and Freylachs from Podoly
No Smoking Orchestra – Prnavor
Naftule Brandwein – Shapiros Krohod
Naftule Brandwein – Tsu Der Kretshme

Músicas dos artistas mencionados:
Naftule Brandwein – Oi, Tate, S’is Gut
David Krakauer – Bogota Bulgar
Gogol Bordello – Harem in Tuscany (Taranta)
Emir Kusturica and the No Smoking Orchstra – Unza Unza Time
Goran Bregovic – Kalanijkov

“Uma vida iluminada” (2005) no IMDB: http://www.imdb.com/title/tt0404030/

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *