Podcasts

#57: O pagador de promessas de Dias Gomes

Olá pessoal, no episódio de agosto conversamos sobre “O pagador de promessas” (1959) de Dias Gomes. A partir dessa peça de teatro, falamos sobre a questão religiosa no Brasil, permeada pelo preconceito religioso; sobre a permanente e problemática questão agrária brasileira, assim como os aparatos de repressão do Estado.

Por fim, falamos sobre a adaptação da obra.

Livros citados:

  • O berço do herói (1965), de Dias Gomes
  • Gota d’água (1975), de Chico Buarque e Paulo Pontes
  • O santo inquérito (1966), de Dias Gomes
  • Morte e vida Severina (1955), de João Cabral de Melo Neto

Música da nossa trilha sonora:

  • A deusa dos orixás – Clara Nunes, Álbum Claridade, 1975.

Deixe seus comentários aqui pra gente. Sempre que acabamos de gravar, lembramos de algo mais que poderia ser dito, logo o tema sempre fica em aberto.

Podcast:

00:00:35 Apresentação
00:05:40 Sobre o livro e a atualidade das críticas
00:52:25 Indicações
00:57:15 Encerramento

O pagador de promessas (1962) https://www.imdb.com/title/tt0056322/

Morte e vida Severina (1977) https://www.imdb.com/title/tt0201784/

2 Comentários

  • Luís Fernando

    Muito bom ouvi-los falando sobre esse filme! É curioso que o filme foi dirigido pelo Anselmo Duarte, que era um ator galã de chanchadas. O pessoal do Cinema Novo tinha certa antipatia desse filme, achavam que era uma produção “oportunista”, se aproveitando da miséria do Brasil para sensibilizar o público estrangeiro.

    Na década de 1980, a Globo fez uma minissérie com o José Mayer como protagonista.

    Abraços!

    • Lívia Torquetti

      Opa, caro Louis!!! Sabe que a gente até tentou achar a minissérie com o galã feio José Mayer? Mas impossível pelas vias ilegais hahahaha ai abandonamos a ideia de analisá-la tb! Eu adorei essa obra do Dias Gomes, achei muito boa mesmo! Mas acho que a ideia de “uma” Bahia deve ter ficado pra história com esse filme mesmo pq é tudo junto e misturado ali para mostrar mesmo, me parece…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *