Podcasts

#20: O Quinze de Rachel de Queiroz

Olá pessoal, no episódio desse mês falamos de “O Quinze” (1915) de Rachel de Queiroz.
Abordamos temas como as históricas secas do semiárido, de 1877 e 1915, do estado do Ceará; passamos pelos difíceis enfrentamos dos sertanejos, os campos de concentração e a busca por melhores condições em direção ao Norte e ao Sudeste. Falamos também sobre o aspecto religioso dos retirantes, sobre a opressão das condições materiais de vida e sobre a importância das políticas públicas e alternativas para a seca.

Relacionamos a obra com a adaptação de mesmo nome, do ano de 2004, discutindo semelhanças e as soluções fictícias que a obra propõe à literatura. Por fim, abordamos outras mídias e outras obras referentes aos temas.

Livros citados:

Memorial de Maria Moura (1992), de Rachel de Queiroz.
Vidas Secas (1938), de Graciliano Ramos.
Os sertões (1902), de Euclides da Cunha.

Música da nossa trilha sonora:

• Lamento Sertanejo – Marcos Araújo
• Lamento Sertanejo – Quinteto violado
• Presepada – Sa Grama – Trilha Sonora de “O auto da compadecida”
• Retirantes – Levi Leosan
• Roi Coro – Sa Grama – Trilha Sonora de “O auto da compadecida”
• Espera Maria – Sa Grama – Trilha Sonora de “O auto da compadecida”
• Xique-xique – Tom Zé

Deixe seus comentários aqui pra gente. Sempre que acabamos de gravar, lembramos de algo mais que poderia ser dito, logo o tema sempre fica em aberto.

Podcast:

00:01:17 Apresentação
00:03:45 Rachel de Queiroz e O Quinze
01:08:09 A adaptação
01:30:04 Outras indicações
01:38:16 Encerramento

O quinze (2004) http://www.imdb.com/title/tt0423024/
Vidas Secas (1963) http://www.imdb.com/title/tt0057654/

Links:

Na trilha da História https://www.youtube.com/watch?v=8FqK5ehKfH0

2 Comentários

  • Lilian

    Tava escutando em prestações mas finalmente terminei!!! Pra começar gostei muito da trilha sonora, tão de parabéns! Curti demais também a discussão petista sobre as políticas públicas de assistência, tem mesmo um abismo enorme entre as condições miseráveis de um tempo atrás e agora. Como o Rony falou é claro que ainda há muito a ser feito, mas o impacto é sem dúvida positivo, povo devia estudar mais história pra entender esse mundo.
    E obrigada pela lembrança! Eu só não ouço os episódios dos livros que eu não li mas ainda quero ler. Cês dão muito spoiler! Vou confessar que literatura agreste e sertaneja nunca me atiçou a curiosidade, mas depois desse episódio fiquei com vontade de ler sobre. E é isso, um beijo pra vocês!

    • Lívia Torquetti

      Pois é, as vezes fica difícil de não dar spoiler mas acho que sempre damos spoiler hahahahahaha
      Que bom que gostou da trilha sonora, estava fazendo o episódio e pensando nisso, em como a música do nordeste é a mais legal mesmo!!
      Beijo Lélia

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *